27.2.10

Coffee


Eu olho ao meu redor. As pessoas se queixam de problemas, elas estão confusas, elas querem crescer, querem chutar tudo ao seu alcance, querem a atenção de todos, o papel principal, tempo a mais, tempo a menos. Elas querem conquistar tudo, ou não querem simplesmente nada. Elas fazem de tudo para conseguir, ou simplesmente se sentam no sofá. Alguns colocam a culpa no destino, outros dizem que é ele quem vai nos salvar. Há aqueles que insistem em dizer que a culpa não é sua, em compensação existem muitos que aceitam a culpa dentro de si e a convidam para tomar um cafezinho. Tornam-se íntimos dela. Muitos a escondem até não puderem mais... Poucos admitem quando estão com ela. Alguns estão pensando no que fazer agora, outros estão fazendo o que antes estavam pensando em fazer, e claro, têm aqueles que estão fazendo qualquer coisa sem pensar, e ainda os que estão pensando em não fazer nada. Há aqueles que colocam as cartas na mesa, assim como existem os que preferem esconder o jogo misteriosamente... Alguns deixam a entender que têm estratégias quando na verdade não tem coisa nenhuma, enquanto os outros que parecem não saberem de nada têm uma, duas ou três cartas na manga. Muitos reclamam, outros preferem dizer que reclamar não resolve nada... Dentro desses existem aqueles que ou preferem não reclamar mais e começar a ser a mudança que querem ver... Ou os que dizem para aqueles que reclamam que tudo vai ficar bem logo, basta esperar. Algumas pessoas estão felizes a maior parte do tempo, outras quase nunca. Algumas demonstram sua felicidade, outras preferem escondê-la para que ninguém passe de fininho e a leve embora. Há ainda aqueles que fingem estar felizes, mas apenas eles sabem que não é bem assim... Existem, até, alguns que estão felizes mas fingem estarem tristes só para que os outros que antes estavam felizes fiquem tristes por sua causa! Alguns sorriem porque querem. Alguns fingem simpatia, outros se seguram para não rir... Muitos contam seus problemas, alguns acham que não têm tantos problemas assim... Outros tentam resolver os problemas dos outros porque simplesmente não conseguem resolver os seus. E sem falar daqueles que tem problemas para si, mas os resolvem em silêncio, e ainda conseguem ajudar os outros... Esses, geralmente, são os mesmos que fazem de tudo para conseguir, estão dentre os poucos que admitem quando a culpa está consigo, escondem o jogo com cautela... São esses que preferem ser a mudança, que parecem estar felizes o tempo todo mas nem sempre estão. São esses, também, que agora estão fazendo algo, e não mais pensando em fazer. Estão se arriscando, sim, mas ainda estão vivos. Enquanto aqueles que estão apenas sentados no sofá, pensando em não fazer nada, colocando a culpa no destino, dizendo que vai ficar tudo bem... enfim, esses que existem, mas deixam de viver, já morreram há muito tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário